Mariza condecorada em França


 

Lusa/AO On Line   Cultura e Social   7 de Dez de 2010, 05:29

Mariza recebe hoje na embaixada da França, em Lisboa, a sua primeira condecoração oficial estrangeira, a Ordem das Artes e Letras, no grau “Chevalier”.

A insígnia será imposta pelo embaixador da França em Portugal, Pascal Teixeira da Silva, em cerimónia marcada para as 18:30.

Em declarações à Lusa a fadista afirmou ter ficado “surpreendida” e nem ter acreditado quando a informaram.

“Nunca pensei que o Governo francês estivesse tão atento ao que fiz e vou fazendo”, disse a fadista que tem atuado regularmente em França e onde reconhece ter “um público fiel”.

A condecoração, decidida pelo ministro da Cultura, Frédéric Mitterrand, distingue Mariza como “uma das fadistas mais notáveis da sua geração”.

“Entre a tradição e a modernidade, Mariza modernizou o fado, sendo uma grande representante de Portugal no mundo”, adiantou à Lusa fonte diplomática.

A condecoração, uma das mais altas distinções do Governo da França a cidadãos estrangeiros, reconhece “o seu talento como cantora e a forte presença em palco”, acrescentou a mesma fonte.

Criada em 1957, a ordem honorífica francesa distinguiu já vários portugueses, entre eles, os escritores Lídia Jorge e António Lobo Antunes, o comendador Joe Berardo, o ensaísta Eduardo Lourenço, o editor Manuel Alberto Valente, o jornalista Carlos Pinto Coelho e o encenador Joaquim Benite.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.