Açoriano Oriental
Mais 827 jovens açorianos integraram este mês o mercado de trabalho ao abrigo dos programas Estagiar L e T

Mais 827 jovens açorianos que concluíram a sua formação recentemente já integraram este mês o mercado de trabalho, no âmbito do programa Estagiar, que representa um investimento do Governo dos Açores de 9,2 milhões de euros.

Mais 827 jovens açorianos integraram este mês o mercado de trabalho ao abrigo dos programas Estagiar L e T

Autor: Susete Rodrigues/AO Online

“Desde o início deste mês de outubro, as empresas e as entidades regionais passaram a contar com mais 827 jovens recém-formados ao abrigo do Estagiar L e Estagiar T, programas de enorme sucesso em termos de integração dos jovens açorianos no mercado de trabalho”, adiantou Sérgio Ávila, vice-presidente do Governo dos Açores, citado em nota.

“Esta medida exemplar e de referência no contexto nacional, assim como o investimento que ela representa, são demonstrativos da importância que atribuímos ao apoio e à promoção do emprego jovem, enquadrada na estratégia de desenvolvimento definida pelo Governo dos Açores”, frisou o governante.

De acordo com o titular da pasta do Emprego e Qualificação Profissional, “mais de 70% dos jovens abrangidos por esta medida de grande sucesso em termos de empregabilidade, conseguiram trabalho até seis meses após a conclusão do estágio, nos últimos dois anos".

Refira-se que o programa Estagiar possibilita aos jovens, durante 18 a 24 meses, o exercício de funções adequadas às suas qualificações em contexto real de trabalho, adquirindo experiência profissional e novas competências que potenciam a sua empregabilidade.

O vice-presidente do Governo adiantou ainda que, relativamente à fase extraordinária de candidaturas ao Estagiar L e T, que decorreu entre 7 de setembro e 2 de outubro, “foram admitidos mais 276 jovens que irão iniciar, em novembro, o seu percurso profissional e, assim, garantir mais cedo a sua integração no mercado de trabalho.

O Governo dos Açores, através da Vice-Presidência, decidiu proceder à abertura de uma fase extraordinária de candidaturas ao programa Estagiar L e T, e alargar o acesso adicional aos jovens até 35 anos, à semelhança do que acontece a nível nacional, com o objetivo de dar mais uma oportunidade aos jovens recém-formados, atendendo aos constrangimentos das universidades e das escolas profissionais na entrega dos certificados.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.