Macau está pronto para eleições directas


 

Rui Boavida, Lusa / AO online   Internacional   27 de Nov de 2009, 16:32

O último governador britânico de Hong Kong, Chris Patten, defendeu em entrevista à Agência Lusa que a sociedade de Macau está pronta para se governar através de eleições directas e universais.
"Não sei o que a administração local de Macau prometeu, mas a minha opinião é que quer Hong Kong, quer Macau, são sociedades sofisticadas que seriam perfeitamente capazes de se gerir a si próprias através de processos democráticos", disse Chris Patten.

Patten, autor de reformas eleitorais que alargaram a participação eleitoral a quase todos os cidadãos antes da entrega de Hong Kong à China em 1997, reconheceu na entrevista à Lusa o papel positivo do governo central chinês nas relações com Macau e com a ex-colónia britânica, apesar de Pequim ter dissolvido as reformas que colocou em marcha.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.