Liga Sagres

Líder consegue empate em Matosinhos

Líder consegue empate em Matosinhos

 

Lusa/Aonline   Futebol   5 de Dez de 2009, 22:00

O Sporting de Braga cedeu  um empate 1-1 no terreno do Leixões, em encontro da 12.ª jornada da Liga de futebol, e pode ser alcançado na liderança pelo Benfica, que recebe a Académica.

Os bracarenses somam agora 29 pontos, mais três do que Benfica e FC Porto - que repartem o segundo lugar, mas os portistas já com o jogo desta ronda disputado -, enquanto os matosinhenses, que terminaram sem os 11 jogadores em campo pelo quarto encontro seguido, têm agora 10 e estão no 14.º posto.

Os minhotos foram felizes ao conseguir “arrancar” um ponto em Matosinhos, graças a um golo de Alan, aos 88 minutos, depois de estarem em desvantagem desde os 33, quando Moisés marcou na própria baliza, num desentendimento com o guarda-redes Eduardo.

O Leixões adaptou-se melhor ao terreno pesado do Estádio do Mar, fustigado pela chuva intensa, e foi a melhor equipa ao longo de quase todo o desafio.

Com quatro elementos no meio-campo - onde se estreou o jovem Seabra, que na época passada alinhava no Padroense, da III Divisão -, os matosinhenses não permitiram que o adversário assumisse o controlo do jogo na primeira parte.

No entanto, não houve grandes oportunidades junto das duas áreas e até foram os minhotos a ameaçar marcar primeiro: João Pereira, aos 30 minutos, servido por Andrés Madrid, rematou ao lado, em boa posição.

Três minutos depois, o Leixões chegou à vantagem, num lance caricato em que o guarda-redes Eduardo deixou escapar para a sua baliza um atraso de Moisés, que estava a ser pressionado por Braga.

Ao intervalo, o treinador bracarense Domingos Paciência trocou Andrés Madrid e Meyong por Hugo Viana e Matheus, mas o carácter do jogo só se alterou a partir dos 50 minutos, com a expulsão do leixonense Braga, por acumulação de amarelos.

A jogar com 10 homens, os matosinhenses recuaram no terreno, procurando segurar a vantagem e explorar lances de contra-ataque, enquanto o Sporting de Braga passou a alinhar com três defesas, com a entrada de Yazalde para o lugar de Rodriguez, aos 64 minutos.

Mesmo dominando o encontro territorialmente, o Sporting de Braga esteve longe de evidenciar a segurança e a autoridade de outras partidas nesta época, falhando muitos passes e evidenciando falta de ligação entre os sectores.

Ainda assim, os bracarenses criaram perigo num cruzamento-remate de Hugo Viana, aos 54 minutos, e num remate ao lado de Matheus, aos 67, quando Diego estava fora da baliza do Leixões.

A equipa da casa, mesmo em inferioridade numérica, conseguiu dispor de melhores ocasiões para marcar, por intermédio de Faioli (60 minutos) e Hugo Morais (70), que cabeceou para boa defesa do intranquilo Eduardo, a cruzamento do suplente Zé Manuel.

Domingos Paciência foi expulso aos 85 minutos e não viu a sua equipa chegar ao empate, três minutos depois, quando já pouco o fazia prever: Alan aproveitou um mau corte da defesa contrária para rematar de primeira e fazer o 1-1.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.