Açoriano Oriental
"Lagoa está a viver uma revolução silenciosa ao nível do seu desenvolvimento e crescimento futuro"

Decorreu esta quarta-feira a sessão comemorativo do 18º aniversário da Escola Secundária de Lagoa, altura em que Cristina Calisto, presidente da Câmara Municipal de Lagoa, referiu que o concelho está a viver “uma revolução silenciosa ao nível do seu desenvolvimento e crescimento futuro”.


Foto: CML
Autor: Susete Rodrigues/AO Online

A autarca aproveitou a ocasião para refletir sobre o lema daquele estabelecimento de ensino, nomeadamente sobre as palavras: “sentir, pensar, inspirar e crescer”, afirmando que “sentir a Lagoa é estar atento a tudo aquilo que está a acontecer à volta desta escola”, mais especificamente, a futura construção do hotel Hilton; o Hospital Internacional dos Açores; o passeio marítimo da cidade de Lagoa; o segundo edifício do parque de Ciência e Tecnologia – Nonagon, que irá trazer mais empresas de base tecnológica para o concelho, explica nota de imprensa.


No que diz respeito às palavras “sentir e crescer”, a autarca defende que é necessário “sentir aquilo que está a acontecer na Lagoa. Sem nos darmos conta, está a acontecer uma pequena revolução silenciosa na Lagoa. O concelho está a crescer”.


Cristina Calisto incentivou, ainda, os alunos lagoenses a “pensar”, a fomentar um espírito crítico, principalmente porque as novas oportunidades de emprego qualificado surgirão para estudantes instruídos e os mesmos poderão orientar-se, porque “há um mundo de oportunidades à espera dos mesmos”.


Finalmente, no que diz respeito à palavra “inspirar”, a edil felicitou os alunos de mérito que foram reconhecidos, acrescentado que os mesmos são verdadeiros exemplos de “trabalho, empenho e dedicação”, acreditando que, o futuro da Lagoa será decidido por estes jovens estudantes.


Saliente-se que na sessão comemorativo foram entregues os diplomas de mérito cívico e académico, assim como a entrega de prémios ao melhor aluno do 3º ciclo e do 11º, do ano letivo 2018/2019.


Durante esta celebração, os alunos João Dias Rodrigues, do 3º ciclo e Diogo Sousa, do 11º ano, foram distinguidos como os melhores alunos do referido estabelecimento escolar, com a atribuição de um prémio monetário oferecido pela Câmara Municipal de Lagoa, na expetativa de incentivar o percurso académico com brio e sucesso dos mesmos e fazer deste reconhecimento um exemplo motivador para os outros estudantes.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.