Investimento em Portugal cresce 2,5% em 2007 e recupera mais cedo do que o previsto


 

Lusa/Ao online   Nacional   6 de Dez de 2007, 08:50

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económicos (OCDE) acredita que o investimento português vai recuperar mais cedo do que o previsto anteriormente, devendo crescer este ano 2,5 por cento.
As previsões económicas hoje divulgadas mostram que o investimento em Portugal vai crescer, afinal, mais 1,7 pontos percentuais do que o antecipado em Maio.

    Com uma revisão em alta do crescimento do investimento neste ano, 2008 será um ano de expansão do investimento mais moderado do que o previsto anteriormente, devendo expandir-se 3,8 por cento e não os 5,2 por cento previstos no relatório anterior da OCDE.

    Em 2009, esta variável deve voltar a reforçar o ritmo de subida, para 4,3 por cento, tornando-se cada vez mais um dos factores responsáveis pala expansão da economia portuguesa.

    Apesar desta revisão em alta do investimento, em 2007, a OCDE manteve a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), já que o ritmo de expansão do consumo privado e das exportações deverá ser ligeiramente mais fraco (em 0,1 pontos percentuais).

    O consumo público também foi revisto em alta, com os analistas da OCDE a acreditarem agora que os gastos do Estado vão cair apenas 0,5 por cento e não os 1,0 por cento previstos em Maio.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.