Investigadores induzem desenvolvimento de óvulos em mulheres infertis

Investigadores induzem desenvolvimento de óvulos em mulheres infertis

 

Lusa/AO online   Internacional   1 de Out de 2013, 10:22

Investigadores norte-americanos criaram uma técnica para induzir a produção de óvulos em certas mulheres estéreis e que permitiu a uma delas, no Japão, dar à luz um bebé.

Ao utilizar esta técnica, os médicos do Hospital Universitário de Santa Maria, em Kawasaki, no Japão, recolheram óvulos em cinco mulheres com insuficiência ovaria primária.

Uma das mulheres teve uma criança e outra está grávida, precisaram os autores da pesquisa perante os pares reunidos na Academia Americana de Ciências.

Nesta experiência participaram 27 japonesas. Os investigadores conseguiram colher óvulos com maturidade para os fertilizar “in vitro” em cinco mulheres.

Apesar desta medida não ter sido experimentada em mulheres que sofrem de outros tipos de esterilidade, os autores pretendem desenvolver investigação para determinar se pode beneficiar pessoas com menopausa precoce causada por tratamentos de combate ao cancro, como a radioterapia ou a quimioterapia.

Preveem igualmente testar esta técnica em mulheres inférteis de 40 a 45 anos.

O processo, cujos criadores designam “ativação ‘in vitro’”, exige a retirada de parte de um ovário para o tratar antes de o reimplantar perto das trompas de Falópio, pequenos canais que ligam os ovários ao útero.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.