Tecnologia

Internacionalização da ACEP é caminho para o futuro


 

Lusa/AOonline   Economia   22 de Out de 2008, 12:41

O ministro da Ciência e Tecnologia defendeu a internacionalização da actividade da Associação do Comércio Electrónico em Portugal e o intercâmbio de experiências e conhecimentos com outros países.
"Creio que a internacionalização deste esforço [da ACEP] e o facto de nos aproximarmos das experiências de outros países e destes aprenderem connosco é o caminho a seguir nos próximos anos", disse Mariano Gago, à margem da Conferência sobre Negócio Digital, promovida pela Associação do Comércio Electrónico em Portugal (ACEP).

    O ministro lembrou o desenvolvimento alcançado pela ACEP no domínio do comércio electrónico e da garantia da segurança das transacções electrónicas, sublinhando tratar-se de uma plataforma de iniciativa formada por empresas, pessoas, universidades, instituições governamentais e associações não governamentais.

    "Temos [em Portugal] à disposição um instrumento privilegiado e seguro de comércio electrónico através do multibanco que se replica depois na Internet e cada vez mais nos telemóveis, de uma forma muito generalizada", defendeu.

    Mariano Gago realçou que os portugueses podem fazer no multibanco diversas transacções que mais nenhuns cidadãos do mundo têm à sua disposição.

    "No multibanco fazemos várias transacções de comércio electrónico. As pessoas pagam os seus impostos, compram bilhetes de comboio ou pagam facturas de casa, como da água e da electricidade", afirmou.

    Mariano Gago aludiu também à diversificação que se estendeu à Via Verde, não só para o pagamento de portagens, mas também hoje para o pagamento de estacionamento.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.