Conjuntura

Inflação desacelera para 2,9% em Agosto, preços caem 0,4% face a Julho

Inflação desacelera para 2,9% em Agosto, preços caem 0,4% face a Julho

 

Lusa/AO online   Economia   12 de Set de 2011, 10:54

Os preços caíram 0,4 por cento em Agosto, face a Julho, tendo a inflação ficado nos 2,9 por cento em termos homólogos, revelam dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).
A variação do Índice de Preços no Consumidor (IPC) em Agosto, que foi de 2,9 por cento em termos homólogos, foi inferior à verificada em Julho, quando se situou nos 3,2 por cento.

Em termos mensais, a queda de 0,4 por cento foi mais negativa que a do mês anterior (menos 0,1 por cento) e que a do mês homólogo do ano anterior (menos 0,2 por cento).

O INE salienta que a variação mensal do índice total foi “bastante influenciada pelo período de saldos” nos artigos de vestuário e calçado que, ao registarem uma queda mensal de 11,8 por cento, apresentaram uma contribuição negativa “muito significativa” e “mais acentuada” do que a de Julho.

Mas o INE ressalva a influência da alteração do método de tratamento dos preços dos produtos sazonais, onde se incluem muitos produtos de vestuário e calçado, em consequência da implementação de um regulamento comunitário (330/2009) que amplifica as flutuações sazonais de preços.

O sub-subgrupo do “peixe fresco, frigorificado ou congelado” foi o que teve a contribuição positiva “mais significativa” para a variação mensal do índice, mas o aumento generalizado do preço dos transportes públicos também resultou numa “contribuição relevante”, que contrasta com a contribuição nula no mesmo mês do ano passado.
    

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.