Indicador de poupança das famílias cai em outubro pelo 3º mês

Indicador de poupança das famílias cai em outubro pelo 3º mês

 

Lusa/AO online   Economia   13 de Nov de 2013, 17:21

O indicador de poupança APFIPP/Universidade Católica baixou de 125,9 pontos em setembro para 123,9 pontos em outubro, a terceira quebra mensal, depois do máximo histórico de 131,3 em julho.

O decréscimo no indicador registado nos últimos três meses não afeta a tendência de poupança das famílias, lê-se no documento, segundo o qual o indicador de poupança “sugere que, em termos agregados, as famílias têm aumentado a sua taxa de poupança em 0,10-0,15 pontos percentuais do PIB [Produto Interno Bruto] em cada trimestre desde dezembro de 2009”.

O indicador de poupança APFIPP/Universidade Católica procura antecipar a evolução da taxa de poupança das famílias portuguesas em percentagem do PIB e resulta da análise ao comportamento de um conjunto alargado de fontes estatísticas.

O indicador de poupança assume o valor 100 no último trimestre de 2000 quando a taxa de poupança foi cerca da 8% do PIB.

Assim, cada 12,5 pontos do indicador representam cerca de 1% do PIB. Quando o indicador atinge o valor 125 a poupança das famílias é cerca de 10% do Produto.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.