Gripe A

Gripe A causa pelo menos 4525 mortos em todo o mundo


 

Lusa / AO online   Internacional   9 de Out de 2009, 17:00

A gripe A (H1N1) matou pelo menos 4525 pessoas em todo o mundo desde que o vírus surgiu em Março, de acordo com o último balanço da Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgado esta sexta-feira.
O anterior balanço da OMS, de 02 de Outubro, indicava «pelo menos 4 108 mortos».

A doença continua a progredir no hemisfério norte, em particular nos Estados Unidos, México, em algumas zonas do Canadá, Irlanda, Bélgica, Holanda, Israel e no Japão, países onde um número extraordinariamente elevado de afecções respiratórias foi registado, precisou um porta-voz da OMS, Gregory Hartl.

Numa altura em que a doença recuou nitidamente no hemisfério sul, o vírus afectou pelo menos 378 223 pessoas em todo o mundo, de acordo com os últimos dados da OMS, número aquém da realidade dado que muitos países deixaram de contabilizar todos os casos.

A América do Norte, onde o vírus apareceu na Primavera passada, continua a ter o maior número de mortos (3 292) e de doentes registados (146 016).

A Europa conta mais de 59 000 casos e pelo menos 193 mortos, acrescentou a organização da ONU.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.