Governo Regional assinala "60 Anos de Emigração Açoriana para o Canadá"

Governo Regional assinala "60 Anos de Emigração Açoriana para o Canadá"

 

Ana Carvalho Melo   Regional   29 de Nov de 2013, 17:01

O Governo dos Açores promove, entre 2 e 5 de dezembro, a realização do Congresso "60 Anos de Emigração Açoriana para o Canadá", uma iniciativa integrada nas celebrações regionais desta efeméride.

 

O evento, que decorre nas ilhas de São Miguel, Terceira e Faial, pretende homenagear e divulgar o relevante contributo da comunidade açoriana para o desenvolvimento do Canadá, nos mais diversos níveis, bem como a importância do associativismo para a preservação da Açorianidade na diáspora.

O Congresso “60 Anos de Emigração Açoriana para o Canadá” terá início, a 2 de dezembro, pelas 14h00, no Teatro Ribeiragrandense, com um programa que inclui três painéis alusivos a diferentes perspetivas sobre o tema, ao papel dos jovens açor-descendentes e ao associativismo nas Comunidades.

A iniciativa terá como oradores convidados professores universitários dos Açores e do Canadá, bem como dirigentes associativos das Comunidades, nomeadamente, das Casas dos Açores do Ontário, Quebeque e Winnipeg, e da Região.

Enriquecendo os objetivos deste congresso, o programa inclui ainda a apresentação de testemunhos e histórias de vida de emigrantes que permaneceram no Canadá durante um determinado período da sua vida e que, posteriormente, regressaram definitivamente aos Açores.

No final das sessões de trabalho, pelas 17h30, terá lugar a apresentação, em estreia nacional, do documentário "Portuguese Joe", que relata a história do açoriano José Silva, oriundo da ilha do Pico, considerado uma das figuras mais importantes do desenvolvimento do oeste canadiano na segunda metade do século XIX.

No dia seguinte, a 3 de dezembro, pelas 20h30, o Museu Vivo do Franciscanismo, na cidade da Ribeira Grande, será palco do lançamento do livro "Memórias de Afonso Maria Tavares, Pioneiro Açoriano 1953", que inclui o testemunho deste pioneiro da emigração açoriana, natural da Vila de Rabo de Peixe e residente em Brampton.

Afonso Maria Tavares, atualmente com 84 anos, integrou o grupo dos 18 açorianos que desembarcaram em Halifax, na Nova Escócia, a 13 de maio de 1953.

O evento encerrará com um momento musical, a cargo de Rafael Carvalho, acompanhado pela classe de Violas da Terra do Conservatório Regional de Ponta Delgada, e da fadista Raquel Dutra.

Na Terceira e no Faial, o congresso inclui a realização de duas conferências, com a designação “Percursos Açorianos em Terras do Canadá”, que decorrerão, a 4 de dezembro, no Museu de Angra do Heroísmo, e no dia seguinte, na Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça, na Horta, ambos com início marcado para as 20h00.

O programa prevê, além de uma conferência proferida por José Carlos Teixeira, da British Columbia University, no Canadá, a apresentação de testemunhos de emigrantes regressados às suas ilhas de origem, bem como as atuações, na Terceira, do Coro Tibério Franco, da Terra Chã e, no Faial, da Dixie Band, da Sociedade Filarmónica Unânime Praiense.

O Congresso “60 Anos de Emigração Açoriana para o Canadá”, promovido pelo Gabinete do Subsecretário Regional da Presidência para as Relações Externas, através da Direção Regional das Comunidades, encerra as comemorações do 60.º aniversário da emigração açoriana para o Canadá no corrente ano, que envolveram um conjunto de iniciativas realizadas em todas as ilhas do arquipélago, sob a designação de “Vivências da Nossa Gente”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.