Governo inaugura fábrica de medicamentos construída com ajuda do Brasil

Governo inaugura fábrica de medicamentos construída com ajuda do Brasil

 

Lusa/AO Online   Internacional   5 de Dez de 2008, 09:21

O Governo de Cuba inaugurou quinta-feira uma nova fábrica, construída com a ajuda do Brasil, onde serão produzidos cem milhões de componentes para vacinas.

 Segundo um porta-voz do Governo, "algunas das vacinas serão para imunizar contra a meningite e a febre".

    "Podemos dizer às autoridades da Organização Mundial de Saúde e ao Mundo que Cuba tem agora uma nova fábrica de produção de vacinas com mais de mil metros cuadrados", salientou a directora do Instituto Finlay, Concepción Campa.

    Esta confirmou que as instalações foram construídas com a ajuda do Brasil e anunciou que, nos próximos meses, "serão realizadas "outras obras destinadas à produção de medicamentos injectáveis e equipamentos para sistemas de diagnóstico.

    O governo cubano anunciou recentemente a sua intenção de fortalecer a indústria farmacêutica com investimentos que ultrapassam os 160 milhões de euros até 2010.

    O plano inclui a construção de fábricas para a produção de medicamentos injectáveis e comprimidos, entre outros itens.

    Cerca de 95 por cento dos fármacos consumidos em Cuba são produzidos na ilha e, segundo fontes oficias, o país de Fidel Castro exporta medicamentos para quarenta países.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.