Governo dos Açores lança concurso público para nova escola em Rabo de Peixe

Governo dos Açores lança concurso público para nova escola em Rabo de Peixe

 

Lusa/AO Online   Regional   3 de Out de 2018, 13:33

O Governo dos Açores aprovou o lançamento do concurso público para a nova Escola Básica Integrada de Rabo de Peixe, na Ribeira Grande, num investimento base de cerca de 12 milhões de euros.

"O Governo dos Açores prossegue, assim, o caminho de investimento público num sector estratégico para o futuro da região como é a Educação, apostando na contínua modernização e requalificação do parque escolar, criando condições para a prática de um ensino adaptado aos conteúdos programáticos, às didáticas e às novas tecnologias de informação e comunicação", diz informação divulgada pelo executivo.

A novidade foi apresentada pelo secretário regional adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares, Berto Messias, que leu hoje o comunicado do Conselho de Governo realizado na noite de terça-feira na ilha das Flores.

Além do lançamento da escola em Rabo de Peixe, na ilha de São Miguel, o executivo anunciou um concurso público para a empreitada do Museu Carlos Machado - Núcleo de Santo André – Reservas Visitáveis e Área Expositiva, pelo valor base de cerca de três milhões e cem mil euros.

"Este investimento visa adaptar a zona de reservas do Museu Carlos Machado - Núcleo de Santo André para fins de acesso público e criação de uma área expositiva de curta duração, no âmbito da salvaguarda do património cultural, designadamente em matéria de promoção e divulgação do Património móvel, imóvel e imaterial dos Açores e de promoção da criação de novos públicos", é referido pelo Governo dos Açores.

O executivo presidido por Vasco Cordeiro autorizou também a concessão de um aval à Saudaçor – Sociedade Gestora de Recursos e Equipamentos da Saúde dos Açores, no valor de sete milhões de euros, uma operação de refinanciamento com o intuito de "otimizar os recursos disponíveis, melhorar as condições contratuais", e que "não configura um aumento do endividamento líquido".

No que se refere a decisões sobre ilha das Flores, onde o executivo esteve entre segunda-feira e hoje, foi aprovada, por exemplo, a contratação de serviços para o Assinalamento Marítimo do Porto de Pescas de Ponta Delgada, num investimento de cerca de 16 mil euros.

"Desta forma, cumprimos o melhoramento da infraestrutura da pesca, que teve o seu início com a empreitada de remoção dos blocos e consolidação do molhe cais, que estará concluída nos próximos dias", frisa o executivo.

O Conselho de Governo deu também instruções à Lotaçor "para desenvolver os procedimentos necessários para a substituição da máquina de gelo do Porto de Ponta Delgada, corrigindo os problemas do atual equipamento".

Conservação, manutenção e limpeza de 40 quilómetros de caminhos rurais e florestais, um apoio de 150 mil euros à Cooperativa União Agrícola Florentina, um outro incentivo de 20 mil euros à Santa Casa da Misericórdia das Lajes das Flores e o lançamento do concurso para a 2.ª fase da requalificação da Escola Padre Maurício de Freitas, nas Flores, foram outras das medidas aprovadas na reunião dos governantes de terça-feira.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.