Gerry McCann regressa ao trabalho


 

Lusa/AOonline   Internacional   1 de Nov de 2007, 10:39

Gerry McCann, pai da pequena Madeleine desaparecida a 03 de Maio na Praia da Luz, voltou hoje ao trabalho no hospital Glenfield de Leicester, centro da Inglaterra, após uma ausência de seis meses para procurar a filha.
 Ao chegar ao hospital, onde é cardiologista, Gerry McCann disse ter decidido voltar ao trabalho após ter feito tudo o que era possível para que a investigação sobre o paradeiro da sua filha prossiga.

    "Sempre afirmámos que ao fim de seis meses (desde o desaparecimento de Madeleine) não queríamos olhar para trás e dizer que poderíamos ter feito mais isto ou aquilo", declarou à imprensa.

    "Mas agora acreditamos que fizemos tudo o que era possível para continuar a procura de Madeleine e que dispomos da infra-estrutura adequada para a encontrar", acrescentou.

    Gerry McCann exprimiu o seu agradecimento ao pessoal do hospital de Glenfield pelo apoio recebido durante estes seis meses.

    O pai da pequena Madeleine começará com um horário reduzido, três vezes por semana, a fim de se reintegrar gradualmente no trabalho.

    Segundo explicou, de início irá dedicar-se apenas ao trabalho académico e administrativo.

    O director clínico do sector de cardiologia do hospital, Doug Skehan, manifestou a sua satisfação pelo regresso de Gerry McCann, de quem destacou a dignidade e serenidade com que enfrentou o desaparecimento da sua filha.

    Madeleine, de quatro anos, desapareceu a 03 de Maio passado do quarto em que dormia com os seus dois irmãos gémeos de dois anos, numa estância de férias da Praia da Luz, o Ocean Club, no Algarve.

    Desde então, os pais, Kate e Gerry McCann, empreendem uma campanha intensa através dos meios de comunicação para procurar a criança.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.