Galp obteve licença para comercializar gás natural em Espanha


 

Lusa/AO online   Economia   21 de Set de 2007, 11:20

A Galp Energia obteve licença para comercializar gás natural em Espanha, o que lhe permitirá entrar num mercado 10 vezes superior ao mercado industrial em Portugal, anunciou a petrolífera em comunicado.
    O objectivo da Galp Energia é iniciar a sua actividade no sector industrial espanhol, que tem um consumo anual de 15 mil milhões de metros cúbicos, ou seja, dez vezes superior ao mercado industrial português.

    O consumo no mercado espanhol foi o ano passado de 33,6 mil milhões de metros cúbicos, face aos 3,9 mil milhões de metros cúbicos registados em Portugal.

    O processo de liberalização do mercado espanhol do gás natural teve início em 1999 e a partir do próximo ano apenas o sector doméstico continuará a ter tarifas reguladas.

    O presidente da Galp Energia, Ferreira de Oliveira, já tinha anunciado a intenção de entrar no mercado espanhol do gás natural para compensar eventuais perdas no mercado português.

    A EDP-Energias de Portugal, mas também a espanhola Gaz Natural, preparam-se para comercializar gás natural em Portugal.

    O mercado começou a ser liberalizado em 2007 para os produtores de electricidade e alarga-se a partir de Janeiro do próximo ano aos consumidores com um consumo anual igual ou superior a 1 milhão de metros cúbicos.

    Em Janeiro de 2009 será aberto aos clientes com consumo anual igual ou superior a 10 000 metros cúbicos e por fim aos demais clientes a partir de 1 de Janeiro de 2010.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.