Açoriano Oriental
Ferro Rodrigues lamenta morte de Domingues Azevedo, um "amigo do parlamento"
O Presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, lamentou hoje o falecimento do bastonário da Ordem dos Contabilistas Certificados, Domingues Azevedo, um "amigo do parlamento".

Autor: AO/Lusa

 

"Faleceu Domingues Azevedo, antigo deputado, alma da Ordem dos Contabilistas Certificados, alguém que sempre se bateu pela justiça fiscal. O parlamento perde um amigo. À família, amigos e aos membros da Ordem, expresso a minha solidariedade e as minhas sentidas condolências", diz nota de pesar de Ferro Rodrigues enviada à agência Lusa.

António Domingues de Azevedo tinha 66 anos e faleceu em Famalicão, onde nasceu e vivia, "vítima de doença prolongada", de acordo com nota da Ordem dos Contabilistas Certificados.

Domingues Azevedo liderava há 20 anos os destinos da entidade que regula a profissão de técnicos oficiais de contas, agora designados de contabilistas certificados, e foi o primeiro bastonário da instituição.

Foi ainda deputado pelo Partido Socialista (PS) na Assembleia da República entre 1983 e 1995 e autor do projeto-lei que regulamentou a profissão de Técnico Oficial de Contas.

A concelhia de Vila Nova de Famalicão do PS, em comunicado, considerou Domingues de Azevedo "um grande homem e um grande socialista", acrescentando que vai deixar "saudades e um legado inegável no nosso concelho e no nosso país."

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.