Ambiente

Eurodeputados aprovam novas regras para detergentes


 

Lusa/AO online   Internacional   14 de Dez de 2011, 10:21

O Parlamento Europeu aprovou novas regras com vista à redução da quantidade de fósforo usada nos detergentes para lavar roupa e louça, com base numa proposta da Comissão Europeia segundo a qual Portugal será um dos países mais beneficiados.
As novas regras introduzem um limite para o teor de fosfatos e outros compostos fosforados em detergentes para uso doméstico, tendo em vista diminuir os efeitos nocivos destas substâncias no ambiente.

De acordo com a Comissão, os Estados-membros beneficiarão, em diferentes graus, de uma mudança de detergentes sem fosfatos, encontrando-se Portugal no grupo de sete país que mais vantagens retirará desta alteração.

O indicador foi elaborado pelo executivo comunitário com base em três factores: o consumo per capita anual de detergentes com fosfatos, a percentagem da população que dispõe de tratamento terciário de água, e o grau de preocupação provocado pela eutrofização.

Segundo dados da Comissão referentes a 2006, em Portugal apenas 30 por cento dos detergentes utilizados continham fórmulas sem fosfatos, enquanto a média comunitária era mais do dobro (66 por cento).

De acordo com as novas regras, a partir de 30 de Junho de 2013, uma quantidade recomendada de detergente para a roupa não poderá conter mais de 0,5 gramas de fósforo, e, por insistência do Parlamento Europeu, foi também introduzido um limite para os detergentes para máquinas de lavar louça, cuja dosagem normal não poderá conter mais de 0,3 gramas de fósforo a parte de 01 de Janeiro de 2017

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.