Açoriano Oriental
Estatuto de indemnidade reconhecida pela Comissão Europeia à doença de Aujeszky em suínos

A Região Autónoma dos Açores foi reconhecida oficialmente pela Comissão Europeia com o estatuto de indemnidade de infeção pelo Vírus da Doença de Aujeszky, através do Regulamento de Execução (UE) 2023/2618, foi hoje anunciado.

Estatuto de indemnidade reconhecida pela Comissão Europeia à doença de Aujeszky em suínos

Autor: Lusa

"A Região Autónoma dos Açores apresentou recentemente à Autoridade Veterinária Nacional e Europeia um conjunto de informações que demonstraram estar preenchidas as condições para o reconhecimento do estatuto de indemnidade de infeção pelo Vírus da Doença de Aujeszky", lê-se numa nota divulgada pelo Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM).

Citado na nota, o secretário regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural, António Ventura, considera que “esta distinção é o resultado do comprometimento incansável de todos os parceiros, suinicultores, profissionais da saúde animal e autoridade veterinária regional, em especial, a Federação Agrícola dos Açores, que tem sido um parceiro de articulação e diálogo nas políticas publicas de sanidade animal”.

A Doença de Aujeszky, também conhecida por pseudorraiva, é uma doença de origem viral altamente contagiosa, que afeta principalmente os suínos.

Devido à grave sintomatologia que os animais infetados desenvolvem, como elevada mortalidade dos leitões, imunodepressão e atraso no crescimento dos porcos de engorda, assim como perdas reprodutivas das porcas em gestação, a doença têm um grande impacto económico nas explorações suinícolas.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados