Estado de saúde de Dalai Lama encontra-se "estável"

Estado de saúde de Dalai Lama encontra-se "estável"

 

Lusa/AO online   Internacional   29 de Ago de 2008, 11:11

O estado de saúde do Dalai Lama, líder espiritual tibetano no exílio, encontra-se "estável" e não inspira "inquietude", garantiu o hospital de Bombaim, Índia, onde foi internado quinta-feira com um mal-estar abdominal.
    "Ele encontra-se num estado estável e não há motivos para inquietudes", declarou o porta-voz do hospital Lilivati de Bombaim, Mohan Rajan, segundo o qual os exames ao Dalai Lama começam hoje a ser efectuados.

    Com 73 anos de idade, o Dalai Lama havia cancelado quarta-feira, um dia antes do seu internamento, todas as deslocações previstas ao estrangeiro, devido a um estado de "exaustão", segundo o seu gabinete.

    O Dalai Lama regressou há dias de uma visita de 11 dias a França, culminando meses de viagens desde a violenta sublevação contra o regime chinês no Tibete, em Março, e a posterior repressão chinesa.

    O Dalai Lama passa vários meses por ano a viajar pelo mundo, defendendo a luta dos tibetanos por uma maior autonomia em relação à China e divulgando o budismo.

    Cancelou agora duas deslocações previstas ao México e à República Dominicana e deverá repousar durante as três próximas semanas, disse Thupten Samphel, porta-voz do auto-proclamado governo tibetano no exílio.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.