Consumo privado e investimento com reduções mais acentuadas em setembro

Consumo privado e investimento com reduções mais acentuadas em setembro

 

Lusa/AO online   Economia   20 de Nov de 2012, 14:48

A queda do consumo privado e investimento acentuou-se em setembro, face ao período homólogo, num mês em que a atividade económica registou também uma degradação, segundo a síntese económica de conjuntura do Instituto Nacional de Estatística (INE).

"O indicador de consumo privado apresentou uma diminuição homóloga mais acentuada em setembro, refletindo o contributo negativo mais significativo da componente de consumo corrente", diz a entidade no documento hoje divulgado.

O investimento (FBCF - Formação Bruta de Capital Fixo), por sua vez, diminuiu "de forma ligeiramente mais intensa" em setembro, "em resultado da evolução negativa mais expressiva da componente de construção".

No que refere ao comércio internacional de bens, em termos nominais, as exportações e importações registaram variações homólogas de 4,5% e -4,2% em setembro (10,6% e -2,4% no mês anterior), respetivamente, diz o INE.

O índice de volume de negócios nos serviços (incluindo o comércio a retalho) apresentou por seu turno uma redução homóloga mais expressiva em setembro, passando de uma taxa de -8,2% em agosto para -8,6%.

O índice que mede a atividade económica em Portugal registou em setembro uma degradação para os 2,3%, caindo 0,1 pontos face à queda do mês anterior.

A síntese económica de conjuntura de outubro, hoje publicada no portal do INE, confirma a queda da generalidade dos indicadores económicos, desde o PIB ao desemprego, passando também pelo consumo dos portugueses.

"O indicador de atividade económica, disponível até setembro, registou uma redução ligeiramente mais expressiva nos dois últimos meses, contrariando o comportamento observado em julho", escreve o INE, que dá também conta de uma melhoria no que diz respeito às exportações: "relativamente ao comércio internacional de bens, em termos nominais, as exportações e importações registaram variações homólogas de 4,5% e -4,2% em setembro (10,6% e -2,4% no mês anterior), respetivamente".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.