Eleições no PSD

Cerca de 500 militantes dos Açores em condições de votar


 

Lusa / AO online   Regional   28 de Set de 2007, 11:40

Cerca de 500 militantes do PSD/Açores têm as quotas pagas e estão em condições de votar nas “directas” nacionais de hoje para eleger o líder do partido, anunciou fonte dos social-democratas açorianos.
De um universo de 8200 militantes do PSD no arquipélago, um total de meio milhar “têm as quotas regularizadas”, estando, por isso, em condições de votar nas eleições disputadas entre Marques Mendes e Luís Filipe Menezes, disse a mesma fonte à agência Lusa.

Nos Açores, as urnas vão estar abertas entre as 17:00 e as 22:00 locais (18:00 e 23:00 de Lisboa).

A capacidade eleitoral dos militantes dos Açores esteve no centro de uma polémica durante a campanha para as “directas” de hoje.

Em causa estava a situação de cerca de 8000 militantes da Região Autónoma que não tinham as quotas em dia, mas foram incluídos nos cadernos eleitorais, contrariando as normas nacionais do partido, que determinam que apenas os militantes com quotas actualizadas podem votar nas eleições internas.

Na segunda-feira, o Conselho de Jurisdição Nacional decidiu dar a "possibilidade excepcional" aos militantes do arquipélago de pagarem as quotas em atraso até ao dia das eleições internas.

Após uma reunião da Comissão Política Regional, o líder do PSD/Açores, Costa Neves, anunciou que o partido nas ilhas iria respeitar a decisão tomada pelo Conselho de Jurisdição Nacional.

"O Conselho de Jurisdição Nacional decidiu, está decidido. Vivemos num estado de direito e damos, do nosso lado, todo o contributo para sermos exemplares na nossa vivência", afirmou o líder dos social-democratas açorianos na ocasião, salientando, porém, que não concordava com a decisão do órgão presidido por Guilherme Silva.

O PSD/Açores alegou que, durante 33 anos de existência do partido nas ilhas, a eficácia da qualidade de militante nunca dependeu do pagamento de quotas.

Os militantes do PSD vão hoje às urnas escolher o próximo líder do partido, depois de uma campanha eleitoral envolta em polémica, marcada por acusações por parte dos dois candidatos, Luís Marques Mendes e Luís Filipe Menezes.

Mais de 69 mil militantes do PSD, perto de 50 por cento dos filiados no partido, poderão votar nestas eleições que se realizam sexta-feira, entre as 17:00 e as 22:00.

O universo total de militantes sociais-democratas chega aos 140 mil indivíduos mas, nestas directas, votará apenas quem tiver regularizado o pagamento das quotas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.