Energia

Carro eléctrico diminui para metade custos de mobilidade


 

Lusa / AO online   Economia   25 de Nov de 2009, 16:00

Os custos directos da utilização de veículos em Portugal podem cair para metade (dos actuais 11 mil milhões de euros) caso o parque automóvel inclua 50 por cento de veículos eléctricos, estimou esta quarta-feira o Gabinete para a Mobilidade Eléctrica em Portugal.
Em declarações durante a apresentação do Kangoo ZE, o primeiro veículo eléctrico da Renault a rolar em Portugal, a coordenadora do GMEP Francisca Duarte Pacheco afirmou que as actuais emissões de CO2 associadas aos transportes em Portugal - estimadas em 17 megatoneladas - poderiam igualmente passar para 13 megatoneladas num cenário em que metade do parque automóvel português seja constituído por carros eléctricos.

Já a factura da mobilidade - estimada actualmente em 11 mil milhões de euros - passaria para 9 mil milhões num cenário de 160 mil carros eléctricos e para 7,4 mil milhões de euros com 20 por cento do parque automóvel eléctrico.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.