Açoriano Oriental
Carro de rent-a-car embate contra edifício das Termas

Depois de estacionar o veículo, o turista terá se deslocado ao restaurante das Caldeiras da Ribeira Grande, deixando na viatura dois menores que terão destravado o carro

Carro de rent-a-car embate contra edifício das Termas

Autor: Carolina Moreira

Uma viatura de rent-a-car embateu, esta quarta-feira, contra o edifício das Termas das Caldeiras da Ribeira Grande, causando danos na área do alpendre da estrutura que ainda não se encontram contabilizados.

Em declarações ao Açoriano Oriental, o presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, revela que se tratou de um “turista que estava estacionado na zona das caldeiras, perto do restaurante, e que, por breves momentos, foi comprar qualquer coisa e deixou dentro do carro dois menores que, inadvertidamente, destravaram o carro”.

Alexandre Gaudêncio relata que, “como a rua tem alguma inclinação, o carro tomou balanço  e embateu na estrutura das termas, estrutura essa que não ficou danificada ao nível estrutural, mas sim um alpendre que faz parte do imóvel, mas que não põe em causa nem a atividade das termas nem a estrutura do próprio edifício”, salienta.

“Foi um susto grande para os donos da viatura, mas ninguém se magoou”, ressalva o autarca.

O presidente da Câmara Municipal, entidade responsável pelo edifício das termas que se encontra concessionado a um privado, adianta ainda que, aquando o acidente, a “concessionária das termas chamou a polícia, foi feito o relatório do incidente e agora vamos contabilizar os estragos para informar a seguradora”.

“Temos a lamentar um dano imóvel que é centenário, mas que não põe em causa a sua estrutura”, realça Gaudêncio.

Em declarações ao jornal, o porta-voz da PSP, Eurico Machado, confirmou o relato do autarca da Ribeira Grande e esclareceu que não se verificaram feridos.

A gerência das Termas das Caldeiras recorreu às redes sociais para esclarecer que, apesar do acidente, “o edifício está a funcionar normalmente, considerando que a área afetada é referente ao alpendre e zona de áreas de manutenção, não afetando por isso a atividade termal do estabelecimento”.

“Todas as diligências foram prontamente tomadas, por todas as partes envolvidas. Agradecemos a compreensão de todos e solicitamos que, por razões de segurança, respeitem a interdição desta área exterior que está devidamente sinalizada”, apela na sua página do Facebook.

PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados