Campanha para diminuir acidentes nas estradas no período de Natal/Ano Novo

Campanha para diminuir acidentes nas estradas no período de Natal/Ano Novo

 

Lusa/AO Online   Nacional   12 de Dez de 2008, 09:35

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) realiza a partir de segunda-feira uma campanha de Natal e Ano Novo para garantir a segurança rodoviária e diminuir o número de acidentes nas estradas portuguesas.
   Na campanha, que decorre até 04 de Janeiro, vão estar envolvidas a ANSR, Autoridade Nacional de Protecção Civil, INEM, Empresa de Meios Aéreos (EMA), Governos Civis, PSP, GNR, Estradas de Portugal e entidades gestoras das vias, segundo informação da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária enviada à Agência Lusa.

    De acordo com a ANSR, as entidades envolvidas na campanha vão ter, durante três semanas, "atenção redobrada" e todos os meios mobilizados para garantir a segurança rodoviária e diminuir a sinistralidade nas estradas portuguesas.

    A campanha de Natal e Ano Novo sobre segurança rodoviária inclui, também, publicidade na rádio e na televisão, a partir do dia 22 e 23, respectivamente, assim como mensagens de prevenção rodoviária nos painéis das estradas portuguesas.

    Os Governos Civis vão também desenvolver campanhas a nível distrital, adianta a ANSR.

    Os Itinerários Principais, os Itinerários Complementares, a rede de auto-estradas e as ruas dos centros urbanos são as vias de maior incidência da campanha, que tem como mote a velocidade, excesso de álcool e o cinto de segurança.

    Dados divulgados pela ANSR indicam que os acidentes nas estradas portuguesas já provocaram este ano 712 mortos, menos 96 (11,8 por cento) que no mesmo período de 2007.

    O número de feridos graves diminuiu 17,9 por cento face ao mesmo período do ano passado, registando-se desde 01 de Janeiro 2.399 feridos graves, enquanto em 2007 ficaram gravemente feridos nas estradas portuguesas 2.924.

    Além da segurança rodoviária, a GNR e a PSP desenvolvem também operações especiais durante o período de Natal/Ano Novo com o objectivo de diminuir o número de furtos em residências, estabelecimentos comerciais e viaturas, bem como os roubos a pessoas.

    A PSP já iniciou no início do mês a operação "Natal em Segurança 2008" com o lema "Em casa e na estrada, junto prevenimos mais".

    A actividade policial, que se prolonga até 08 de Janeiro, é mais acentuada nas zonas de grande concentração de pessoas, designadamente as áreas comerciais procuradas para as compras de Natal, áreas residenciais e vias rodoviárias.

    Durante este período, a Polícia de Segurança Pública (PSP) prevê realizar mais de 1.000 operações a nível nacional.

    A Guarda Nacional Republicana (GNR) realiza, a partir de sábado e até 04 de Janeiro, uma série de acções junto das zonas comerciais, zonas turísticas, espaços de lazer e diversão e também prestará auxílio aos grupos sociais mais vulneráveis, disse à Lusa o porta-voz da corporação, Pedro Costa Lima.

    O responsável sublinhou, também, que a GNR vai intensificar o patrulhamento e fiscalização de âmbito rodoviário nas localidades e vias mais críticas.

    Costa Lima adiantou que as datas próximas do Natal e do Ano Novo serão aquelas que "irão mobilizar um número ainda maior de efectivos empenhados" na actividade operacional.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.