Açoriano Oriental
Covid-19
Câmara da Ribeira Grande considera “necessária” cerca sanitária em Rabo de Peixe

O presidente da Câmara da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, considerou que a cerca sanitária anunciada em Rabo de Peixe é “necessária nesta fase” para conter a Covid-19 naquela freguesia do concelho.

Câmara da Ribeira Grande considera “necessária” cerca sanitária em Rabo de Peixe

Autor: Lusa/AO Online

“É uma medida que julgo infelizmente ser necessária nesta fase para conter na medida possível esse contágio”, declarou o social-democrata à agência Lusa, questionado sobre a cerca sanitária a ser implementada em Rabo de Peixe.

A freguesia de Rabo de Peixe, na ilha de São Miguel, vai ficar sob cerca sanitária a partir das 00h00 e até 08 de dezembro, e a população vai ser testada.

O autarca realçou que o município tem “estado em sintonia com a nova autoridade de saúde” e defendeu que “não restava outra alternativa” à implementação de uma cerca em Rabo de Peixe, a freguesia que regista o maior número de casos de covid-19 nos Açores.

“Achámos que é uma medida que infelizmente tinha de ser tomada, a bem da saúde pública e da população”, afirmou.

O presidente da Câmara da Ribeira Grande considerou que o município “tem um papel importante” na implementação das cercas, referindo que as equipas da câmara “vão para o terreno” a partir da próxima quarta-feira para “criar as infraestruturas”.

Sobre os impactos que a medida poderá ter na população, Alexandre Gaudêncio destacou o caráter temporário dos cordões sanitários, que servirão “para poder testar em massa a população”.

“Estando em sintonia com a autoridade de saúde, concordamos com a medida e tudo faremos para que a mesma funcione no mais curto espaço de tempo possível”, apontou.


PUB
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.