Biblioteca Machado Pires é homenagem à relação entre os Açores e Santa Catarina

Biblioteca Machado Pires é homenagem à relação entre os Açores e Santa Catarina

 

Ana Carvalho Melo   Cultura e Social   23 de Set de 2019, 09:12

António Machado Pires, antigo reitor da Universidade dos Açores deu o seu nome à Biblioteca Açoriana do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, uma homenagem ao seu papel no estabelecimento de uma relação entre o arquipélago e esta região do Brasil.

O Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina (IHGSC) inaugurou na quarta-feira passada em Florianópolis a Biblioteca Açoriana Prof. Doutor António Manuel Bettencourt Machado Pires. Como se sente com esta homenagem?


Eu sinto-me muito honrado e estimulado porque me entreguei a esta tarefa de relacionamento entre as duas regiões com muito empenhamento. Portanto, é o reconhecer desse empenhamento que dura desde 1984.Mas a homenagem que me foi prestada, mais do que a mim, foi prestada a um relacionamento entre as duas regiões e à consanguinidade histórica.

Esta homenagem é fruto do trabalho que realizou com o IHGSC e foi iniciado quando era reitor da Universidade dos Açores. Como começou essa relação?


Em 1984, recebi uma carta do então reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, o professor Ernâni Bayer, que me propôs que visitasse Santa Catarina em ordem de assinarmos um convénio entre as duas Universidades.


Ler mais na edição desta segunda-feira, 23 setembro 2019, do jornal Açoriano Oriental


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.