Eleições

BE contesta «regabofe» na gestão dos dinheiros públicos


 

Carla Dias   Regional   30 de Set de 2008, 06:19

A líder regional do Bloco de Esquerda contestou ontem o «regabofe» que considera existir na gestão dos dinheiros públicos por parte da governação socialista nos Açores.
Falando durante uma conferência de imprensa, na Cidade da Horta, para apresentação da lista de candidatos do BE pelo Círculo do Faial, Zuraida Soares exigiu mais rigor e transparência na gestão do orçamento da Região.

    A dirigente bloquista referiu-se, em concreto, a um diploma recentemente aprovado na Assembleia Regional, que permite que as empreitadas públicas possam ter uma «derrapagem financeira até 25 por cento do valor da adjudicação».

    «Este regabofe começa a ser uma característica deste governo socialista, por causa da maioria absoluta», apontou Zuraida Soares, acrescentando que atrás destas posturas «vem o clientelismo, a arrogância e a falta de respeito pelas pessoas».

    A líder do Bloco de Esquerda/Açores acusou ainda os socialistas açorianos de servirem «os grandes e os ricos, à custa dos pobres».

    O eventual debate a dois entre o PS e o PSD nesta campanha eleitoral para as eleições Legislativas Regionais de 19 de Outubro, merece também contestação por parte de Zuraida Soares, que considera esta postura dos dois maiores partidos, «anti-democrática e contrária às recomendações da Entidade Reguladora para a Comunicação Social».

    Na sua opinião, esta discussão à volta dos debates não passa de uma manobra de diversão, para evitar que PS e PSD se sentem à mesma mesa, já que, na prática, «nada têm para discutir».

    A defesa pela igualdade de direitos entre homens e mulheres é outro lema da campanha eleitoral do Bloco de Esquerda nos Açores, embora no caso do Faial, a lista de candidatos do partido seja composta exclusivamente por homens.

    Zuraida Soares justifica a situação com a dificuldade em recrutar mulheres para a actividade política.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.