Banco de Portugal deverá publicar hoje estimativas mais pessimistas para a economia portuguesa


 

Lusa/AO Online   Economia   6 de Out de 2011, 08:16

O Banco de Portugal publica hoje o seu Boletim Económico de Outono, com as projeções macroeconómicas para a economia portuguesa que deverão ser piores que o cenário traçado pela ‘troika’ e uma análise à situação financeira, económica e política.

O documento que será conhecido hoje é publicado quatro vezes ao ano, de forma trimestral e aponta estimativas para as diferentes componentes da economia, e ainda uma análise da economia e artigos dos técnicos do Banco de Portugal.

A divulgação deste boletim surge poucos dias antes do Governo apresentar a proposta de lei do Orçamento do Estado para 2012, que terá de acomodar várias exigências da ‘troika’ composta pelo Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional, no âmbito do programa de assistência financeira.

No entanto, o governador do Banco de Portugal já admitiu que as expectativas da instituição relativamente à evolução da economia portuguesa deverão ser mais negativas que no anterior boletim (contração de 2 por cento do PIB este ano e de 1,8 em 2012), que era apenas mais otimista que a ‘troika’ em duas décimas relativamente a 2011 (‘troika’ aponta 2,2 por cento de contração este ano).

A degradação apontada por Carlos Costa na passada semana para o próximo ano está em linha com o também assumido pelo Governo, de que o próximo ano será pior e que o Executivo estará a trabalhar já com base numa recessão de 2,2/2,3 por cento do PIB (como assumido pelo primeiro-ministro no último debate quinzenal no Parlamento).

O agravamento de algumas medidas de austeridade previstas no programa da ‘troika’ que se juntam aos efeitos das medidas já tomadas este ano e a conjuntura internacional adversa a uma economia que pretende recuperar economicamente através das exportações podem levar a esta degradação maior que a esperada inicialmente.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.