Banco Alimentar contra a Fome recolhe 1.059 toneladas de alimentos no primeiro dia

Banco Alimentar contra a Fome recolhe 1.059 toneladas de alimentos no primeiro dia

 

Lusa/Ao online   Nacional   2 de Dez de 2018, 10:51

O Banco Alimentar contra a Fome recolheu este sábado 1.059 toneladas de alimentos no primeiro dia da campanha nacional que decorre este fim de semana em mais de duas mil superfícies comerciais.

Em declarações à Lusa, a presidente do Banco Alimentar contra a Fome, Isabel Jonet, considerou que "o primeiro dia superou as expetativas", acrescentando que este resultado foi idêntico ao alcançado no mesmo mês do ano passado.

Isabel Jonet lembrou que a recolha de alimentos "prossegue amanhã nos supermercados, e na internet até 09 de dezembro".

O primeiro dia da campanha de dezembro ficou marcada pela visita do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, às instalações do Banco Alimentar, em Lisboa, na companhia do homólogo de Cabo Verde, José Carlos Fonseca.

Rodeados de dezenas de voluntários, os dois chefes de Estado ajudaram, já de madrugada, a desensacar alimentos.

"É uma obra nacional, que está acima de tudo, governos, oposições, partidos, sensibilidades, setores sociais, mobiliza 40 mil voluntários, na maioria esmagadora jovens", afirmou Rebelo de Sousa.

A campanha do Banco Alimentar contra a Fome prossegue no domingo em cerca de de duas mil lojas em todo o país, e conta com o apoio de mais de 40 mil voluntários.

Até 09 de dezembro, é possível contribuir através do site www.alimentestaideia.pt, ou em vales ("Ajuda Vale") disponíveis nos estabelecimentos comerciais.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.