Atividade sísmica na ilha São Miguel a decrescer

Atividade sísmica na ilha São Miguel a decrescer

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   3 de Abr de 2019, 12:22

A atividade sísmica na ilha de São Miguel está a decrescer, refere Rui Marques, presidente do CIVISA.

Segundo declarações ao jornal Açoriano Oriental, Rui Marques, explica que, desde ontem (terça-feira) que o CIVISA tem registado um ligeiro incremento da atividade sísmica no setor central da ilha de São Miguel, “mais precisamente no flanco este do vulcão do fogo”.


“Este aumento da atividade que se registou de forma ligeira teve um tendência crescente, tendo atingido um pico entre as 19 horas de ontem e a 1 hora da manhã de quarta-feira, desde então estamos com uma tendência decrescente”, frisou Rui Marques.


Recorde-se que até ao momento foram sentidos cinco sismos pela população, dos quais um teve magnitude de 2,8 na escala de Richter (ocorreu ontem por volta das 19h33 de terça-feira).


Entretanto, na tarde desta quarta-feira, a secretária regional dos Transportes e Obras Públicas e o secretário regional da Saúde visitaram o concelho de Vila Franca do Campo para se inteirarem da evolução da atividade sísmica.


Ana Cunha e Rui Luís estiveram acompanhados pelo presidente da Câmara Municipal de Vila Franca do Campo, pelo Serviço Municipal de Proteção Civil e pelos Bombeiros, tendo constatado que, apesar da população ter sentido alguns eventos sísmicos, ontem e esta madrugada, a maesma mantém-se calma e atenta à informação veiculada pelas entidades responsáveis.



Notícia atualizada às 17h06 (atualiza a visita da secretária dos Transportes e Obras Públicas e do secretário da Saúde ao concelho de Vila Franca)



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.