Apoios à economia vão manter-se até final de 2010


 

Lusa / AO online   Economia   13 de Nov de 2009, 11:25

O ministro das Finanças afirmou esta sexta-feira que os apoios à economia vão-se manter até final de 2010, apesar dos "sinais positivos" de recuperação, mas que as garantias estatais à banca poderão terminar no segundo semestre.
"A consolidar-se este movimento de recuperação que hoje já sentimos, só será necessário manter as medidas de apoio durante 2010. Mas isto é num cenário e numa expectativa de que estes sinais vão continuar a evoluir no sentido positivo, e que se vão consolidar", afirmou Teixeira dos Santos.

Numa reacção aos dados sobre a evolução da economia portuguesa hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que apontam um crescimento de 0,9 por cento no 3º trimestre deste ano, o ministro sustentou que, no seio do Ecofin e do Eurogroup, "o sentimento em geral é de confiança", mas há ainda "muitas incertezas", reforça.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.