UE/Agricultura

Ajudas ao sector do leite obrigam a cortes noutras áreas

Ajudas ao sector do leite obrigam a cortes noutras áreas

 

Lusa / AO online   Economia   13 de Out de 2009, 15:50

A Comissão Europeia avisou que para satisfazer as exigências de verbas feitas pelos produtores de leite, com o apoio de 20 Estados-membros, incluindo Portugal, terá que cortar verbas noutras áreas.
O porta-voz de Bruxelas para a Agricultura, Michael Mann, disse que a Comissão Europeia vai "estudar com interesse" o pedido de 300 milhões de euros para o sector leiteiro.

Mann salientou, contudo, que "para haver mais dinheiro para o leite, haverá menos para outras coisas".

O porta-voz disse ainda que os Estados-membros podem, a partir do próximo ano, transferir verbas de um sector para outro que esteja em dificuldades.

Esta medida integra o "health check" ("exame de saúde", que revê a reforma de 2003 da política agrícola comum) e permite a afectação de verbas não utilizadas num sector a outros em dificuldades ou ao desenvolvimento rural.

A crise no sector do leite divide os Estados-membros da União Europeia, com 20 países (incluindo França, Alemanha e Portugal) a reivindicar medidas de ajuda à produção e outros sete (nomeadamente os nórdicos) a contestar a concessão de auxílios.

Na próxima segunda-feira o tema voltará a estar na agenda de mais um Conselho de Ministros da Agricultura, que se reúnem no Luxemburgo.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.