Acesso às freguesias da Fajã Grande e da Fajãzinha, nas Flores, já está desobstruído

Acesso às freguesias da Fajã Grande e da Fajãzinha, nas Flores, já está desobstruído

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   9 de Jan de 2019, 17:12

A estrada de acesso às freguesias da Fajã Grande e da Fajãzinha, nas Flores, já se encontra desobstruída e aberta à circulação, após a derrocada ocorrida esta madrugada que cortou o acesso às duas freguesias, não se registando vítimas ou danos materiais.

De acordo com comunicado do executivo regional, a secretária regional dos Transportes e Obras Públicas deslocou-se à ilha das Flores, acompanhada pelo diretor regional das Obras Públicas, para se inteirar da situação e acompanhar os trabalhos que decorreram no local e que envolveram os vários agentes da Proteção Civil.


Em declarações aos jornalistas, após acompanhar os trabalhos de desobstrução e limpeza da estrada, Ana Cunha salientou que “desde o primeiro momento, a Delegação das Obras Públicas teve conhecimento e fez deslocar para o local nove homens, três máquinas e três camiões".


Citado na mesma nota, a secretária referiu que "contactámos também, de imediato, a Câmara Municipal das Lajes, o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, os Bombeiros de Santa Cruz das Flores e a PSP, que também se deslocaram ao local para se inteirar da ocorrência”, acrescentou.


A secretária regional frisou ainda, antes mesmo da desobstrução da estrada, que foi possível fazer transpor para o lado das freguesias “alguns bens de primeira necessidade”, tendo depois decorrido, até cerca das 16h00, os trabalhos de remoção de todo o material inerte que obstruía aquela via de acesso.


Ana Cunha realçou “o trabalho das pessoas que, desde o primeiro momento, estiveram, aqui, na desobstrução da Estrada Regional, e a pronta intervenção de todas estas entidades que compõem a Proteção Civil regional e que colaboraram na mais rápida resolução" desta situação.


A secretária regional informou também que já solicitou ao Laboratório Regional de Engenharia Civil que faça deslocar ao local, rapidamente, uma equipa de técnicos para proceder a “fazer uma avaliação do estado do talude onde houve a derrocada”.
   



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.