581 mortos desde o início do ano nas estradas portuguesas

581 mortos desde o início do ano nas estradas portuguesas

 

Lusa/AO Online   Nacional   4 de Nov de 2011, 07:19

Os acidentes nas estradas portuguesas provocaram um total de 581 mortos entre 01 de janeiro e 31 de outubro, menos 17 que no mesmo período de 2010, revelam dados hoje divulgados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Segundo a ANRS, que reúne dados da PSP e da GNR, os acidentes rodoviários provocaram também 1.944 feridos graves, menos 286 do que em igual período do ano passado, em que 2.230 pessoas ficaram gravemente feridas.

O distrito de Lisboa foi aquele em que os acidentes provocaram mais mortos, 70, e feridos graves, 292, seguido do Porto, com 66 mortos e 196 feridos graves.

Leiria foi o terceiro distrito com o maior número de mortos, 49, enquanto Braga surge como o terceiro distrito em que se contabilizaram mais feridos graves, 163.

O mesmo documento indica que nos primeiros 10 meses de 2011 foram contabilizados 32.035 feridos ligeiros, contra 36.264 em 2010, uma dimininuição de 4.229 vítimas.

De acordo com os mesmos dados, entre 22 e 31 de outubro de 2011, foram contabilizados 21 mortos e 74 feridos graves nas estradas portuguesas.

Estes números dizem respeito às mortes no local do acidente ou durante o percurso para o hospital e não incluem as regiões autónomas dos Açores e da Madeira.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.