Açoriano Oriental
Escola
Escola Básica e Secundária da Povoação

Todos os conteúdos publicados são da responsabilidade da Escola

Alunos do 3.º ciclo aceitam o desafio de participar no Parlamento dos Jovens


image

No início do ano letivo, os alunos do 3.º ciclo começaram a organizar-se para constituir as listas, de modo a cumprir as indicações e os prazos definidos no Calendário das Ações elaboradas pela comissão eleitoral escolar. O dia 11 de janeiro de 2024 representou o início oficial aos trabalhos, tendo os alunos do 3.º ciclo assistido a uma Sessão de Esclarecimento sobre o tema proposto para este ano, "Viver Abril na Educação: caminhos para uma escola plural e participativa", dinamizada pelo professor de História, que falou sobre o ensino durante o Estado Novo, esclarecendo os presentes sobre a arquitetura dos edifícios escolares, o funcionamento das aulas, o aparecimento da telescola e sobre a evolução da escolaridade obrigatória em Portugal. Partindo do passado e pensando no presente e no futuro, foram também sugeridas pistas para reflexão e debate.

Viver Abril na Educação

Caminhos para uma Escola plural e participativa

Fase Escolar

A Campanha Eleitoral decorreu dos dias 15 a 19 de janeiro, sendo dias de muito nervosismo em que ambas as listas trabalharam muito e mostraram as suas propostas. Fizeram diversas atividades para conquistar os votos dos colegas, como jogos didáticos e uma sessão de cinema sobre o 25 de abril.


No dia 18 de janeiro as listas debateram o tema e propuseram algumas medidas. Não foi nada fácil, porque à medida que se falava de um tema, logo surgiam outros, todos eles também importantes, porque na atualidade a educação tem muitos problemas. Foi difícil escolher e temas que também mereciam destaque acabaram por ficar de for a, devido ao limite máximo de medidas (três) que cada lista podia propor. A lista A abordou o problema da escassez de professores e apresentou as seguintes medidas: dar ajudas de custo a professores deslocados, diminuir a carga horária dos professores e proporcionar moradias perto da escola para professores deslocados. Já a lista B apresentou ideias para os alunos terem sucesso nos estudos: usar os manuais digitais apenas como complemento ao estudo, apoio linguístico a alunos migrantes e ajudas de custo aos pais/escola para materiais.


Os trabalhos desta Sessão foram iniciados pela Professora Coordenadora e, depois presididos por uma aluna deputada, candidata, eleita presidente da mesa de acordo com o regimento. A mesma assumiu as suas funções, seguindo o Guião do Presidente da Mesa da Sessão escolar, dando todas as indicações necessárias aos deputados para a apresentação e argumentação das medidas propostas. Neste debate participaram os deputados eleitos e foram discutidas as medidas já apresentadas. Nesta sessão foram ainda eleitos os dois deputados efetivos e o suplente bem como a candidata a presidente da mesa para representar a escola na sessão regional do Parlamento dos Jovens. Ainda nesta sessão foi proposto o tema da Inteligência Artificial para ser debatido no próximo ano.

 

Embora o processo tenha sido cansativo e trabalhoso, os alunos que participaram, a maioria pela primeira vez, acharam muito interessante, por ser muito diferente do que costumam fazer na escola, e por todo o trabalho ter sido da sua iniciativa e responsabilidade, exigindo tarefas distintas. 

Sentiram várias dificuldades, como a escola ser pequena e ter poucos alunos, ainda por cima com horários muito preenchidos, o que tornou difícil promover ações que não coincidissem com aulas, avaliações ou outras atividades que decorreram na escola.

As atividades foram todas realizadas de acordo com o calendário definido pela comissão eleitoral escolar, exceto o debate com o senhor Deputado da Assembleia da República, agendado para o dia 22 de janeiro, que não se realizou devido à ausência do referido Deputado, ausência essa para a qual não foi dada qualquer justificação.

Os alunos que foram eleitos deputados festejaram o facto de poderem ir ao Faial representar a sua escola na Sessão Regional, no dia 18 de março

AO Escolas

ESAQ recebe três professores do IES GAIA Sant Vicent Del Raspeig, de Alicante, Espanha, em Jobshadowing integrado no programa Erasmus+.
Estes professores estarão entre nós do dia 26 de fevereiro ao dia 1 de março, acompanhando atividades em situação de sala de aula. O foco da sua mobilidade serão aulas das disciplinas de Teatro, Língua Inglesa e Artes Visuais. Tomarão também parte de uma atividade desenvolvida no âmbito do programa de cidadania e desenvolvimento promovida pela turma do 12ºI.
 
Escola Secundária Antero de Quental
ALA
As inscrições estão abertas para novos sócios no site próprio para o efeito (8https://ala.esaq.pt/quem-somos/?v=35357b9c8fe4). O projeto, sem fins lucrativos, visa dinamizar o quiosque e o Largo Mártires de Pátria.
 
Escola Secundária Antero de Quental
Eleição da Associação de Estudantes da ESLagoa
No passado dia 12 de Janeiro, tomou posse a nova Associação de Estudantes da Escola Secundária de Lagoa.
 
Escola Secundária da Lagoa

Notícias AO

Açores registam quebra de passageiros desembarcados em portos no mês de janeiro
O número de passageiros desembarcados em portos nos Açores registou uma quebra de 16,34% em janeiro, face ao período homólogo, segundo dados revelados hoje pelo Serviço Regional de Estatística (SREA).
 
Observação de aves dinamiza turismo na pequena ilha do Corvo
A observação de aves (‘birdwatching’) tem dinamizado crescentemente a atividade turística da mais pequena ilha dos Açores, o Corvo, entre outubro e novembro, onde chegam a estar mais de 60 observadores em simultâneo à procura de espécies raras.
 
FC Porto vence Santa Clara
O FC Porto venceu hoje, com reviravolta no marcador, o Santa Clara por 2-1, em jogo em atraso dos quartos de final da Taça de Portugal em futebol, marcando encontro com o Vitória de Guimarães nas meias-finais.
 
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados