TAP "perde" participação na Air Macau

 TAP "perde" participação na Air Macau

 

Lusa/AO Online   Economia   7 de Dez de 2009, 11:39

A Seap, detida pela TAP Portugal e o Banco Nacional Ultramarino, viu a sua participação no capital da Air Macau reduzida de 20 para 0,1 por cento por ter optado não acompanhar o plano de reestruturação financeira da transportadora.

Em comunicado, a Air China informa que injectou 158,7 milhões de patacas (13,22 milhões de euros) na Air Macau, elevando a sua participação na companhia de 51 para 80,86 por cento e explica que a Seap e outros accionistas "optaram por não contribuir".

A Air China justifica o investimento com as perspectivas de desenvolvimento da companhia de bandeira de Macau face à expansão dos sectores de jogo e turismo do território que, salienta, contribuíram para que o PIB da região triplicasse desde 1999, atingindo 171,8 mil milhões de patacas (14,32 mil milhões de euros) em 2008.´


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.