Aviação

TAAG suspende voos de 777 200-ER depois de novo incidente com avião


 

Lusa/AO online   Internacional   24 de Dez de 2010, 09:54

A companhia aérea angolana TAAG decidiu suspender todos os voos 777 200-ER e exigir esclarecimentos dos construtores depois de o avião que recentemente perdeu peças em Almada ter sofrido problemas num reactor em Luanda.
“Face à ocorrência de dois incidentes similares em 17 dias, por razões de segurança e prudência, a TAAG decidiu suspender todos os voos com a frota dos 777 200-ER e exigir esclarecimentos da Boeing e da General Electric, construtores do aviões e dos motores, que já iniciaram uma investigação”, disse Rui Carreira, que preside à comissão de gestão da TAAG.

Segundo explicou, a companhia decidiu deixar em terra os seus aparelhos “por razões de segurança” e iniciar um processo de averiguações para concluir de quem é a responsabilidade pelas sucessivas falhas.

A decisão foi tomada depois de o avião, que tinha recentemente aterrado de emergência em Lisboa após ter deixado cair peças em Almada, ter sofrido quinta-feira problemas num reactor, desta feita em Luanda, onde regressou ao aeroporto com escassos minutos de voo para o Dubai.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.