Sons africanos no Pico, no Festival Cordas

Sons africanos no Pico, no Festival Cordas

 

AO Online   Cultura e Social   8 de Set de 2019, 12:15

O Festival Cordas acontece de 11 a 15 de setembro, no concelho da Madalena, Pico. A quarta edição encerra no domingo ao final da tarde na MiratecArts Galeria Costa, convidando todos os tocadores de instrumentos de corda a juntarem-se em celebração.

Mestre Braima Galissá e Michel William apresentam dois concertos únicos na sexta-feira, 13 de setembro, no Auditório da Madalena. Os sons dos artistas africanos, Guiné-Bissau e Moçambique, respetivamente, vêm, assim, trazer histórias diferentes às audiências da ilha do Pico e, em destaque, a estreia no Festival Cordas do instrumento Korá.

O Korá na língua mandiga quer dizer "o instrumento que abrange tudo". As histórias, canções e danças nas línguas Mandiga, Crioulo e Português são apresentadas pelo Mestre na arte do Korá, o instrumento de 21 cordas que se aprende nas famílias de Guiné, Mali e Senegal na África Ocidental.  

A encerrar a noite, o projecto no qual o músico Moçambicano Michel William é vocalista, guitarrista, compositor e produtor carrega uma fusão entre Reggae, Ska, Funk, Blues e Marrabenta (Afro). Michel não é estranho para as audiências da ilha, pois já pisou o palco do Auditório da Madalena no seu ano de abertura e também devido às suas presenças na televisão nacional.

Adivinha-se uma noite de muita música, aprendizagem e "paz e amor", como mensagem principal destes mestres, na sua arte. 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.