Sondagens dão vitória à oposição social-democrata e conservadora na Roménia


 

Lusa / AO online   Internacional   30 de Nov de 2008, 21:26

A aliança opositora social-democrata e conservadora será a vencedora das eleições legislativas hoje realizadas na Roménia com 36,2 por cento dos votos, segundo projecções feitas à boca das urnas.
    Em segundo lugar ficou o reformista Partido Democrata Liberal (PDL), próximo do Presidente Traian Basescu, com 30,3 por cento dos votos, seguido do Partido Liberal Nacional (PNL), actualmente no poder, com 20,4 por cento, segundo os mesmos dados da responsabilidade do instituto Insomar.

    Face a estes resultados provisórios, nem o Partido Social-Democrata da Roménia, dirigido por antigos comunistas, nem a direita reformista conseguiram uma maioria para formar Governo, colocando assim o partido do primeiro-ministro Calin Popescu Tariceanu numa posição determinante para a governabilidade do país.

    Os primeiros resultados oficiais destas eleições, as primeiras desde a integração da Roménia na União Europeia (UE), só vão ser divulgados segunda-feira de manhã.

    O acto eleitoral foi marcado igualmente pela taxa de participação mais baixa dos últimos 16 anos, com uma afluência que rondou os 35 por cento.

    Os cerca de 18 milhões de eleitores romenos foram chamados às urnas para elegerem 137 senadores e 315 deputados de entre 2.965 candidatos de 35 partidos políticos, alianças eleitorais e organizações das minorias nacionais.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.