Snowden considera "missão cumprida" revelação de espionagem maciça dos EUA

Snowden considera "missão cumprida" revelação de espionagem maciça dos EUA

 

Lusa/AO Online   Internacional   24 de Dez de 2013, 06:56

O ex-técnico da Agência Nacional de Segurança (NSA, na sigla inglesa), Edward Snowden, disse na segunda-feira que considera "missão cumprida" o debate gerado após a revelação de milhares de documentos secretos da espionagem norte-americana.

 

"Para mim, em termos de satisfação pessoal, a missão foi cumprida. Já ganhei", disse Snowden numa entrevista publicada no diário norte-americano Washington Post e realizada em Moscovo, onde se encontra asilado.

Edward Snowden, de 30 anos, afirmou que assim que os jornalistas puderam começar a trabalhar, todo o seu trabalho foi validado.“Porque, recordem, eu não queria mudar a sociedade. Queria dar à sociedade a oportunidade de determinar se deveria mudar-se a si mesma", acrescentou Snowden.

Na entrevista, a primeira dada pessoalmente pelo analista informático desde que chegou à Rússia em junho, Snowden insistiu que o seu objetivo "era que a opinião pública pudesse dar a sua opinião sobre a forma de ser governada".

As revelações de espionagem maciça, fornecidas pelo ex-técnico da NSA aos jornais Washington Post (EUA) e The Guardian (Grã-Bretanha), provocaram um conflito diplomático, ao tornar público que os serviços secretos norte-americanos espiaram as comunicações na Europa e incluindo as de líderes políticos, como a chanceler alemã Angela Merkel e a Presidente do Brasil, Dilma Rousseff.

O caso causou fortes embaraços a Washington, gerando desconfiança de muitos aliados em relação aos norte-americanos e aumentou o questionamento sobre o equilíbrio entre privacidade individual e a batalha contra o terrorismo na sociedade dos EUA.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.