SATA reforça ligações nas rotas domésticas para o verão IATA

SATA reforça ligações nas rotas domésticas para o verão IATA

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   29 de Mar de 2019, 08:00

A companhia aérea açoriana, vai disponibilizar, para o verão IATA deste ano (31 de março a 26 de outubro), cerca de 820 mil lugares na operação da Azores Airlines e 692 mil lugares na operação aérea inter-ilhas da SATA Air Açores.



De acordo com comunicado da empresa, a Azores Airlines tem previsto realizar um total de 42 voos semanais intercontinentais, provenientes dos EUA (Boston e Oakland) e do Canadá (Toronto e Montreal). A estes acrescem mais 18 voos semanais de médio-curso da Europa (Frankfurt e Londres); dos Arquipélagos de Cabo Verde e Canárias com destino final ou passagem por Ponta Delgada (ilha de São Miguel) ou pelas Lajes (Ilha Terceira).


No que diz respeito às ligações domésticas (Lisboa, Porto e Funchal) serão realizadas mais quatro ligações semanais (comparativamente a 2018), entre junho e setembro, e mais duas rotações semanais, nos restantes meses, o que resultará na oferta de 30 mil lugares suplementares.


Em relação à operação inter-ilhas da SATA Air Açores, a mesma é reforçada no número de ligações a efetuar, “afim de poder disponibilizar 40 mil lugares suplementares, quando comparado com o planeado para 2018”, diz o comunicado.


Na mesma nota, a companhia aérea açoriana explica que “a oferta para este verão resulta de planos de exploração otimizados com vista à melhoria do resultado operacional e à estabilização do efeito de conetividade da rede, sem descurar a necessidade de melhoria da qualidade do serviço a prestar”.


Nalguns casos, e por forma a corresponder ao que é esperado e “durante alguns períodos identificados (como por exemplo, enquanto decorre o período de integração do novo Airbus A321LR e consequente conversão de tripulações, assim como para rotas específicas, muito sazonais, como é o caso da rota Terceira/Oakland/Terceira), a regularidade do serviço de transporte aéreo será garantida através da contratação de serviços de ACMI (Aircraft, Crew, Maintenance and Insurance) a outras companhias, previamente contratadas para o efeito”.


Embora esta seja uma “situação à qual a SATA Azores Airlines tem vindo a recorrer nos últimos anos, a expectativa da transportadora será no sentido da sua diminuição significativa”.


A empresa destaca também o trabalho conjunto entre as várias entidades envolvidas na promoção do destino Açores, que tem vindo a conferir aos aeroportos dos Açores (designadamente Lajes e Ponta Delgada) condições para que se afirmem, como uma “placa de confluência de ligações aéreas, posição para a qual tem fortemente contribuído a estratégia das transportadoras do Grupo SATA que, para além da promoção e manutenção de rotas diretas com destino aos Açores, impelem às escalas dos seus voos nos aeroportos das Lajes e Ponta Delgada”.


A SATA dá exemplos destas ligações: “entre Lisboa e Boston (com escala em Ponta Delgada); entre Porto e Boston (com escala nas Lajes); entre Toronto e Lisboa ou Porto (com escala em Ponta Delgada); entre Boston e Praia (com escala em Ponta Delgada) com possibilidade de efetuar uma paragem de 1 a 7 dias nos Açores, sem custos adicionais, o que proporciona a possibilidade de usufruir do serviço Stopover Açores, disponível para compra online”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.