Santa Clara quer atrair adeptos dos EUA e Canadá para jogos com ós três grandes

Santa Clara quer atrair adeptos dos EUA e Canadá para jogos com ós três grandes

 

Lusa/AO Online   Futebol   9 de Jul de 2018, 21:00

O Santa Clara tem um projeto para atrair emigrantes açorianos a residir dos Estados Unidos e no Canadá para assistirem aos jogos da I Liga de futebol com FC Porto, Benfica e Sporting em Ponta Delgada, foi anunciado esta segunda feira.

"É uma ligação que o Santa Clara quer estabelecer com a Diáspora, nos Estados Unidos da América e no Canadá. Nós, Santa Clara e açorianos, temos uma grande ligação à diáspora presente pelos milhares de emigrantes que lá estão e é importante para o Santa Clara/Açores restabelecer esta ligação", disse o presidente do clube, Rui Cordeiro, em conferência de imprensa, no Estádio de São Miguel.

O presidente do clube açoriano, que estará de regresso à I Liga na época 2018/19, após 15 anos de ausência, refere que o projeto surge para responder à “necessidade” e “ambição” dos emigrantes açorianos que querem acompanhar o percurso do Santa Clara no regresso ao escalão mais alto do futebol português.

“Estamos aqui a dar o pontapé de saída nesta parceria que passará por reativar os núcleos do Santa Clara associados às casas dos Açores na Diáspora, em primeiro lugar. Em segundo lugar, passará pela parceria com o Santa Clara Viagens, uma marca Santa Clara, para criar um pacote de viagens para a comunidade emigrante para que possa vir a São Miguel aos jogos", sublinhou.

Rui Cordeiro confirmou os detalhes desse pacote serão divulgados nos próximos dias, sendo que poderá incluir "viagem, estadia, bilhete de jogo e a possibilidade de estar com a equipa e um jantar temático Santa Clara" para os jogos da 9.ª jornada, com o Sporting (04 de novembro), da 15.ª, com o FC Porto (16 de dezembro) e da 17.ª, com o Benfica (12 de janeiro de 2019).

Carlos Botelho, embaixador do Santa Clara “da Diáspora para o Canadá”, ex-presidente da Casa dos Açores em Ontário, no Canadá, que desde os 18 anos vive fora dos Açores, acredita que este projeto vai trazer mais emigrantes, bem como angariar novos sócios para o clube açoriano.

“Eu não tenho dúvidas nenhumas de que vai trazer (mais adeptos), e o Santa Clara vai ter muito mais sócios. E, quando digo sócios, não serão só açorianos, tenho muitos amigos do Continente, canadianos que também gostam de futebol. Acho que o Santa Clara vai ter muitos sócios neste projeto”, assegura Carlos Botelho.

A administração do Santa Clara prepara também uma campanha para angariar mais sócios na Região Autónoma dos Açores através da venda de um bilhete único para “os 17 jogos em casa a um preço acessível”, limitado a quatro mil lugares no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada.

O bilhete de época destina-se a sócios e tem um custo de 110 euros. Quem não for sócio, terá primeiro de se filiar primeiro, com um custo de 60 euros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.