Açoriano Oriental
Assembleia da República
Salário mínimo vai fixar-se em 475 euros em 2010
O primeiro-ministro, José Sócrates, anunciou esta sexta-feira, na Assembleia da República, na abertura do debate quinzenal, que vai propor à concertação social que o salário mínimo se fixe em 475 euros no próximo ano.
article.title

Foto: JOSE SENA GOULAO/LUSA
Autor: Lusa / AO online
 Na sua intervenção inicial, José Sócrates referiu que o valor avançado "cumpre o acordo estabelecido com os parceiros sociais".

"Aumentando agora o salário mínimo para 475 euros, respeitaremos escrupulosamente esse acordo e a evolução nele prevista. Mas a segunda razão é ainda mais importante: o aumento do salário mínimo é mais um passo dado num caminho que deve mobilizar todo o país, o caminho da justiça social", defendeu Sócrates perante os deputados.

José Sócrates aludiu depois a correntes de opinião que criticarão a sua decisão de aumentar o salário mínimo numa conjuntura económica de crise.

No entanto, o líder do executivo contrapôs que "é nos tempos de dificuldade que devemos olhar com mais atenção para quem mais precisa".

"É nos tempos de dificuldade que mais devemos promover medidas que reduzam as desigualdades, combatam a pobreza e promovam a justiça social", sustentou.
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.