Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO   Nacional   6 de Set de 2008, 10:35

Os negócios relacionados com a construção de estradas que estão nas mãos de altos responsáveis da Estradas de Portugal e a entrevista com o casal Maccan são os principais destaques da imprensa hoje.
O jornal "Público" noticia que uma grande parte dos negócios da área do ambiente relacionadas com a construção de estradas está nas mãos de empresas controladas por altos quadros da EP, "que actuam em violação da lei e das suas obrigações de funcionários públicos".

    O diário escreve que a Geoparque, uma firma que faz estudos de arqueologia para a Estradas de Portugal, é controlada por altos funcionários da empresa de capitais públicos.

    O jornal refere ainda que a administração da EP, empresa que herdou as competências da antiga Junta Autónoma de Estradas, garante que desconhecia estes factos e que abriu esta semana "um inquérito completo e detalhado" depois de ter sido questionado pelo Público.

    O "Expresso" tem uma entrevista exclusiva com Gerry e Kate Maccan, em que acusam o ex-responsável da PJ encarregue do caso do desaparecimento de Madeleine, de ter um comportamento vergonhoso.

    O "Correio da Manhã" escreve que a compra de material escolar para o regresso às aulas representa um negócio de 160 milhões de euros.

    "Manuela faz ponto de ordem" é o título da manchete do "Sol". O semanário revela que os candidatos do PSD às autárquicas não poderão concorrer a deputados e que Manuela Ferreira Leite vai iniciar uma ronda pelas bases do partido ainda este mês.

    O "Diário de Notícias" destaca, por seu lado, o facto dos sindicatos da PSP e da GNR aprovarem a criação de uma polícia única para combater o crime violento.

    "Paus e pedras contra ladrões de banco" é o título da manchete de hoje do "Jornal de Notícias".

    Entre os desportivos, o jogo de hoje da Selecção Nacional com Malta está naturalmente em destaque. A excepção é "A Bola" cuja manchete é uma entrevista com um dos novos reforços do Benfica, David Suazo."Quero entusiasmar como Miccoli" diz o avançado hondurenho.

    O "Record" escreve que Carlos Queiroz vai apostar na velha guarda, enquanto "Sede de Golos" é o título do "O Jogo".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.