Relação agrava medida de coação a suspeito de tráfico

Relação agrava medida de coação a suspeito de tráfico

 

Luis Pedro Silva   Regional   27 de Jun de 2019, 09:33

Tribunal da Relação de Lisboa substituiu uma medida de coação aplicada pelo tribunal de Ponta Delgada e colocou arguido em prisão preventiva

O suspeito de tráfico de droga foi detido em flagrante, por elementos da esquadra da PSP de Ponta Delgada, na manhã de 17 de janeiro de 2019, junto à praia do Pópulo, na posse de 213,5 gramas de canábis, suficiente para a preparação de 1067 doses, 1230 euros em numerário e quatro comprimidos Tramadol e dois comprimidos Suboxone.
Tratava-se da terceira vez que era apanhado num processo por tráfico de droga, sendo que no passado já tinha cumprido uma pena de sete anos de prisão pelo mesmo crime. O Ministério Público, através do DIAP de Ponta Delgada, classificou o crime de tráfico como reincidente, atendendo aos antecedentes do arguido, que tinha sido libertado da prisão em 2017.


Ler mais na edição desta quinta-feira, 27 junho 2019, do jornal Açoriano Oriental



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.