PSD/Açores propõe representante das comunidades no Canadá e EUA na Assembleia Regional

PSD/Açores propõe representante das comunidades no Canadá e EUA na Assembleia Regional

 

Lusa/AO Online   Regional   18 de Out de 2018, 10:00

O novo líder do PSD/Açores disse que uma das propostas do partido tendo em vista as eleições regionais em 2020 é ter na "Assembleia Regional um representante da comunidade do Canadá e dos Estados Unidos".

"É a nossa intenção ter um representante desta comunidade na nossa assembleia e que possa ser a voz dos emigrantes junto do governo próprio, neste caso junto da Assembleia Legislativa Regional", afirmou Alexandre Gaudêncio, em declarações à agência Lusa, em Toronto, no Canadá.

O também presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, está de visita ao Canadá, até dia 22 de outubro, com passagens pelo Quebeque (este) e pelo Ontário (sul).

Eleito no dia 29 de setembro como novo líder do PSD/Açores, Alexandre Gaudêncio considera que com a criação de deputados regionais junto das comunidades emigrantes ficam resolvidos "dois problemas de uma só vez".

"Olhamos para esta comunidade emigrante tendo todos os direitos dos açorianos (que residem nas ilhas), porque estamos a falar de pessoas que efetivamente têm residência nos Açores, mas que vivem no Canadá", alegou.

Neste sentido, estas "duas comunidades, a açoriana e a emigrante, ficam mais próximas".

O líder social-democrata pretende também tirar proveito do estreitamente dos laços entre as duas comunidades.

"Temos muitos açorianos a residir no Canadá e nos Estados Unidos que são empresários de sucesso e líderes comunitários. Acho que é importante saberem que nos Açores pode haver uma voz que os representa oficialmente e que não existe neste momento", lamentou.

Alexandre Gaudêncio também defende o voto eletrónico para que todos os açorianos no exterior possam exercer este direito fundamental.

"Uma das nossas propostas é implementar o voto electrónico, é uma das ideias que temos enquanto projeto político para que todos os açorianos, independentemente do local onde estão a residir, possam votar de uma forma descentralizada e com todo o conforto", anunciou.

Atualmente, os açorianos no exterior não podem votar nas eleições para a Assembleia Legislativa Regional, algo que o líder do PSD/Açores promete tentar alterar.

"Desta forma (com o voto eletrónico) vamos também melhorar a abstenção. As últimas eleições regionais têm-se pautado com uma abstenção elevada, acima dos 60%. Se dermos as ferramentas às pessoas, por exemplo no conforto da sua casa, sem se deslocarem fisicamente a um determinado local, esta proposta pode melhorar os resultados da abstenção", concluiu.

Vasco Cordeiro, líder do PS/Açores e presidente do Governo Regional, apresentou em setembro uma moção aprovada por unanimidade no congresso socialista, que, entre outras medidas, defendia a "adoção do voto eletrónico nas eleições para a Assembleia Legislativa da região".

Alexandre Gaudêncio vai tomar posse oficialmente como líder do partido no Congresso Regional do PSD/Açores, a realizar entre 26 e 28 de outubro, em Vila Franca do Campo.

A cidade canadiana de Laval, no Quebeque, tem desde 2005 um protocolo de geminação com a Ribeira Grande.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.