PS viabiliza proposta do PSD sobre alta tensão


 

Lusa / AO online   Economia   27 de Nov de 2009, 15:42

O PS viabilizou esta sexta-feira o projecto de lei do PSD defendendo a protecção contra a exposição a linhas de alta tensão, ao abster-se na votação, rejeitando propostas idênticas do Bloco de Esquerda, PCP e Verdes.
A proposta social-democrata deixa nas mãos do Governo a definição dos limites de exposição humana em relação às linhas de alta e muito alta tensão, tendo contado com os votos favoráveis do PSD e CDS e a abstenção do PS, BE, PCP e PEV.

A proposta estabelece um prazo de 10 anos para que as linhas, instalações e equipamentos respeitem estas distâncias e a elaboração, dentro de dois anos, de um plano nacional para a correcção de situações, e baixa agora à Comissão de Ambiente, Ordenamento do Território e Poder Local.

Já as propostas da restante oposição sobre a exposição a linhas de alta e muito alta tensão contaram com os votos contra do PS e abstenção do PSD e do CDS, enquanto BE, PCP e Verdes votaram favoravelmente.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.