Nobel

Prémio da Física 2007 para Albert Fert e Peter Grunberg


 

Lusa / AO online   Internacional   9 de Out de 2007, 11:09

O prémio Nobel da Física foi hoje atribuído ex-aequo ao francês Albert Fert e ao alemão Peter Grunberg pela descoberta da tecnologia que permite ler a informação armazenada nos discos rígidos, anunciou hoje o Comité Nobel.
    O comité recompensa desta forma a descoberta da tecnologia chamada magnetorresistência gigante (GMR), que "revolucionou as técnicas que permitem ler a informação armazenada no disco rígido", indicou o Comité no seu comunicado.

    Os dois laureados descobriram a GMR em 1988, durante trabalhos desenvolvidos separadamente.

    A GMR teve um forte impacto nas tecnologias de informação e da comunicação, permitindo sobretudo produzir as cabeças de leitura que equipam hoje todos os discos rígidos.

    Este domínio da pesquisa em nanociência está actualmente em forte expansão.

    Albert Fert nasceu há 69 anos em Carcassone e é desde 1995 director científico da unidade mista de física no Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS/Thales), em Orsay.

    Peter Grunberg, de 68 anos, é professor no Instituto Forschungszentrum Jülich, na Alemanha.

    No ano passado, o prémio foi partilhado pelos norte-americanos John Mather e George Smoot por trabalhos sobre as radiações cósmicas que apoiam a teoria do Big Bang para explicar a origem do Universo.

    O prémio Nobel da Física é o segundo atribuído esta semana, depois de o da Medicina ter segunda-feira recompensado dois investigadores norte-americanos, Mario Capecchi e Oliver Smithies, e um britânico, Martin Evans, por trabalhos sobre a criação de ratos transgénicos, que abriram um novo horizonte na pesquisa sobre doenças como Alzheimer ou o cancro.

    O prémio da Química será atribuído quarta-feira e o da Literatura na quinta-feira.

    O Nobel da Paz será anunciado sexta-feira em Oslo e na segunda-feira o prémio da Economia encerrará a semana dos Nobel 2007.

    Os laureados do Nobel da Física receberão a 10 de Dezembro das mãos do rei da Suécia uma medalha de ouro, um diploma e um cheque de 10 milhões de coroas suecas (1,08 milhoes de euros), quantia que será dividida pelos dois.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.