População de Santa Cruz das Flores pronuncia-se sobre alteração do feriado

População de Santa Cruz das Flores pronuncia-se sobre alteração do feriado

 

Lusa/AO Online   Regional   25 de Jun de 2018, 15:36

A Câmara de Santa Cruz das Flores inicia amanhã uma auscultação à população daquele concelho para obter sugestões de possíveis datas alternativas para que o feriado municipal se comemora num período do ano que atraia mais visitantes.

“Domingo foi a última vez que se comemorou o feriado a 24 de junho, pois vamos iniciar este processo agora de consulta à população. Posteriormente, e de acordo com os resultados, o tema vai à Assembleia Municipal e será tomada uma decisão final”, explicou o presidente da autarquia, José Carlos Mendes, em declarações à agência Lusa.

De acordo com o presidente do município daquela ilha do grupo ocidental dos Açores, a alteração surge na sequência das próprias pretensões dos munícipes tendo em vista a definição de "uma data mais adaptada a um período do ano em que possam vir mais visitantes".

“Junho é ainda um mês invernoso, com nevoeiros, o que obriga a cancelamentos de aviões. Também por esta altura do ano o turismo não é muito. Os estudantes ainda não estão de férias e existiam vários condicionalismos que estavam a fazer com que a festa não evoluísse favoravelmente de acordo com as nossas expectativas”, sustenta.

Além disso, José Carlos Mendes sublinha também que esta possibilidade de mudar a data do feriado tem a ver com "a alteração das festas municipais que agora realizam-se no primeiro fim de semana de agosto".

"A intenção é alterar o feriado para a segunda-feira seguinte à festa", acrescentou.

Assim, a Assembleia Municipal inicia na terça-feira a realização de nove sessões públicas que irão percorrer todas as freguesias e localidades do concelho.

"Vamos fazer as reuniões nas diversas freguesias para tentarmos tomar o pulso à opinião dos munícipes e perceber o que entendem os munícipes sobre esta alteração para então poder discutir ao assunto", reforçou o autarca.

Estas sessões decorrem até 25 de julho e pretende-se que os munícipes indiquem as suas sugestões de possíveis datas alternativas para o feriado municipal, com as respetivas razões justificativas para a alteração.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.